quinta-feira, julho 02, 2009

e a seguir ao sorriso, foram outras coisas..








Creio que foi o sorriso,

0 sorriso foi quem abriu

a porta.











Era um sorriso com

muita luz

lá dentro, apetecia

entrar nele, tirar a roupa,

ficar

nu dentro daquele

sorriso.









Correr, navegar, morrer

naquele sorriso.
Blockquote










Poema de Eugénio de Andrade

1 comentário:

O meu nome é Tania disse...

Logo neste primeiro post que li, adorei este poema!
Um sorriso significa tanto que nem sabemos qual o seu valor verdadeiramente...
Tenho uns gostos literários muito semelhantes com os seus...