quinta-feira, abril 11, 2013

Beirut, The Rip Tide...


2 comentários:

Anónimo disse...

Gostei mesmo! Obrigado!

Adoro a sensação de liberdade! A imensidão do mar e deixar-me arrastar pelo marulhar das ondas no casco e o vento a zumbir nos brandais.

A Sophia de Mello Breyner um dia escreveu o seguinte:
"Quando eu morrer voltarei para buscar os momentos que não vivi junto do mar"

Um beijo
Paulo Azevedo

just me, an ordinary girl disse...

A Sophia de Mello Breyner, escreveu coisas lindissimas!! E mt inteligentes, tb.
Um beijo

fatima